Arquivo da tag: sermão do monte

31 de janeiro – Felizes são…

E Jesus, vendo a multidão, subiu a um monte, e, assentando-se, aproximaram-se dele os seus discípulos; E, abrindo a sua boca, os ensinava, dizendo: Bem-aventurados … Mateus 5:1-3

Há séculos o homem vem tentando definir a felicidade. Todos tentando explicar esse sentimento/estado de espírito almejado por todos. Os dicionários definem a felicidade como um momento de satisfação onde não há sofrimento algum.

Diversos filósofos estudaram e analisaram a felicidade. Aristóteles afirma que a felicidade é a vida plena, onde a alma age de acordo com a virtude. Esse tipo de felicidade é o bem supremo que dá o objetivo e mede o valor de todas as atividades humanas. Já para Epicuro a felicidade ocorre através da satisfação dos desejos; Para os filósofos mais modernos, como John Locke, a felicidade é o prazer máximo e o motivador do desejo, mas adverte que muitas vezes as pessoas fazem escolhas que as tornam infelizes. Kant enfatizou que o homem deve fazer da própria perfeição e da felicidade dos outros o objetivo de suas ações. E tantos outros deixaram seus conceitos.

Jesus subiu ao monte para dizer a uma multidão o seu conceito de felicidade. Ele claramente indicou as características de um verdadeiro discípulo que marcha em direção ao reino de Deus. E essas são as pessoas verdadeiramente felizes porque sabem o que é ser humilde, ter fome e sede de justiça, são agentes pacificadores e mansos com todos. Esse são felizes porque o reino de Deus já lhes pertence e é lhes dado como herança. Sabem que estão no mundo, mas que nada do que é pregado como padrão de felicidade traz esse estado de espírito em sua plenitude. Sabem que a felicidade dos que seguem a Jesus não está na condição que aqui enfrentam, mas nas promessas que lhe são garantidas. Confia nisso e assim vive e espera. Marcham na contramão do mundo, mas são felizes porque um dia chegarão à sua verdadeira casa e olharão e perceberão o quanto contribuíram para implantação do reino de Deus no mundo. Continuar lendo

Publicado em Devocional | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

29 de janeiro – Você é um Pacificador?

Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus;” Mateus 5:9

Jesus é o Príncipe da Paz. Maior pacificador que ele não há. Os seguidores do Príncipe da Paz devem ser pacificadores. E quem é o pacificador?

O pacificador é aquele que promove a paz onde quer que ele esteja, seja como cidadão, como cristão, integrante de uma igreja, um trabalhador, membro de uma família.
Como cidadão, ele odeia a guerra e tudo o que ela causa. Olha nosso mundo como está! Guerra por todos os lados. Crianças e pais sendo separados, muitos morrendo, outros deixando suas terras e seus entes queridos e se refugiando em outros territórios. O pacificador rejeita qualquer hipótese de guerra porque sabe que o que se perde é muito mais do que o se pode ganhar, caso haja algum ganho. E como cidadão em seu dia a dia, no trânsito, no ônibus, no metrô poderão pisar “em seu calo” porque ele não revidará.

Como um cristão, o pacificador é aquela criatura amável, apta a ensinar e paciente. Não reage a não ser para abençoar o que está lhe agredindo. Ainda que se ire, ele não deixa o sol se por sobre a sua ira. Enquanto muitos “cristãos” disputam por causa de ninharias, diferenças denominacionais e teológicas, ofendem e machucam o próprio irmão em razão de tanta trivialidade e insensatez, o cristão pacificador está focado em Jesus e, por isso ama a paz e afasta-se das contendas ridículas ou está sempre com uma mangueira pronto a apagar o fogo dos mais entusiastas em brigar dentro de uma comunidade onde só deveria haver a paz.
Continuar lendo

Publicado em Devocional | Marcado com , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

26 de janeiro – A fome e a sede que conduzem à felicidade

Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos; Mateus 5:6

Fome e sede não necessidades vitais. Há alguém que sobreviva sem satisfazer essas necessidades? Jesus qualificou de feliz aquele que tem fome e sede de justiça.

Quem são os que tem fome e sede de justiça?

Aquele que faz com os outros o que gostaria que fizessem a si mesmo. O sedento e faminto de justiça indigna-se com o que é falso, dissimulado. Não conforma-se com a mentira, com o falso testemunho, com a desonestidade.
Aqueles que tem fome e sede de justiça incomoda-se com a exploração do seu semelhante. Sofre em ver tanta desigualdade e perceber o ímpio prosperando em seus maus intentos.

Almeja ansiosamente que haja retidão no mundo e que as pessoas sejam mais felizes e os opressores punidos. Sonha um dia poder ver um governo justo em todas as nações e o término das guerras e violência. Continuar lendo

Publicado em Devocional | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

24 de janeiro – Lágrimas que produzem Felicidade

“Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados;” Mateus 5.4

Lágrimas nem sempre indicam tristeza. Para o mundoem que vivemos, chorar é sinônimo de fraqueza, tristeza, fracasso. Chorar jamais indicará felicidade. Para Jesus, contudo, há um sentido muito mais profundo em chorar. Tão profundo Jesus qualifica de feliz os que choram.

Somente as lágrimas podem fazer o homem humilhar-se diante de Deus. Somente as lágrimas lavam a alma dos que sofrem. Não é um sofrimento comum, pelas mazelas da vida. Será feliz para Deus aquele que sente tristeza pelos seus pecados e os do mundo inteiro.

Olhar para si e examinar-se a ponto de perceber o orgulho, a vaidade, a arrogância, a inveja, isto é, perceber seus pecados, perceber o quão miserável é e necessitado da graça de Deus não é para muitos. Sabe quando você olha para si mesmo e descobre uma mancha, um pecado que te entristece? Segundo Jesus você, na verdade, é bem-aventurado. Somente quando nos entristecemos com nossos próprios erros, é que Deus pode operar em nós uma mudança. Quem não encontra em si mesmo fraquezas e pecados e não chora por eles, não poderá ser preenchido por Deus. E se não for preenchido por Deus, não poderá experimentar a plena e verdadeira felicidade. Continuar lendo

Publicado em Devocional | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

23 de janeiro – Primeiro Degrau para a Felicidade

Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus; Mateus 5.3

A felicidade é a busca comum de todo ser humano desde sempre. Jesus certa vez subiu ao monte e entre todas as maravilhas que ensinou, deu o conceito do que é ser feliz e como deve ser o caráter daqueles que verdadeiramente buscam o Reino de Deus.

Existem marcas no caráter daquele que é feliz. Essa felicidade,contudo, não é segundo os padrões da sociedade em que vivemos. São padrões de Deus que em toda a sua sabedoria sabe exatamente do que verdadeiramente precisamos para alcançar a felicidade. Enquanto somos bombardeados todos os dias a respeito de uma felicidade em ter e possuir, Jesus aponta a felicidade em ser. Continuar lendo

Publicado em Devocional | Marcado com , , , , | Deixe um comentário