27 de novembro – A Incomparável Excelência e Santidade de Deus

universo-deus

Ó Senhor, quem é como tu entre os deuses? Quem é como tu glorificado em santidade, admirável em louvores, realizando maravilhas?” (Êxodo 15:11)

“A Escritura é neste dia cumprida em nossos ouvidos e diante de nossos olhos. Pelo que Deus já começou a realizar por este reino e pelas igrejas vizinhas, nos demonstra que ninguém é como o Senhor, que é glorificado em santidade, admirável em louvores, realizando maravilhas.

As palavras, embora estejam no meio de um cântico, são uma espécie de epifonema , uma conclusão que está usualmente no fim, mas o espírito de Moisés, admirando e bendizendo a Deus pelas grandes coisas que Ele fizera por Seu povo, não espera pelo fim, mas irrompe bem no meio, em aclamação à glória de Deus, Ó Senhor, quem é como Tu entre os deuses? Quem é como Tu glorificado em santidade, admirável em louvores, realizando maravilhas! Vejam, então, que as palavras são uma porção da canção de Moisés, ocasionada pela bondade de Deus em retirar o Seu povo do Egito e conduzi-los através do Mar Vermelho.

Esta é a mais antiga canção do mundo. É a primeira na Escritura, e nós não conhecemos autor anterior a Moisés. Aqueles que eram habilidosos em poesia vieram centenas de anos depois de Moisés. É uma canção espiritual e sobremodo excelente. O estilo é repleto de elegância, o assunto da mais grandiosa variedade. É eucarística, triunfante, profética, e é de uma piedade que nós não temos tal excelente cântico como este metrificado para ser cantado em nossas congregações. É uma canção mui deleitável, e, portanto, observem que quando Deus promete a misericórdia ao Seu povo, na qual eles poderiam regozijarem-se extremamente, Ele refere-se a esta canção, Oséias 2:15: “E lhe darei as suas vinhas dali, e o vale de Acor, por porta de esperança; e ali cantará, como nos dias de sua mocidade, e como no dia em que subiu da terra do Egito”.

Quando Deus decretava alguma grande misericórdia ao Seu povo, Ele queria que eles cantassem a canção de Moisés. Então depois, se Deus está em um meio de misericórdia, se Ele está abrindo uma porta de esperança para nós, vocês podem ver quão oportuna é esta canção. É uma canção simbólica, como a libertação do povo de Deus do Egito é uma figura da libertação do povo de Deus da escravidão do Anticristo. Portanto, é observável que esta canção é para ser cantada novamente, quando o povo de Deus é libertado do Anticristo. Em Apocalipse 15:1-2, vocês veem os julgamentos de Deus sobre o Anticristo. No versículo 3 é dito que “eles cantam o cântico de Moisés, servo de Deus, e o cântico do Cordeiro, dizendo: Grandes e maravilhosas são as tuas obras, Senhor Deus Todo Poderoso! Justos e verdadeiros são os teus caminhos, ó Rei dos santos.”

A Incomparável Excelência e Santidade de Deus Jeremiah Burroughs

Sobre bencaosdiarias

Meu nome é Rita de Cássia da Silva Stracci A criação do blog Bênçãos Diárias, assim como do aplicativo Bênção Diária (disponível para todos os sistemas operacionais (http://app.vc/bencaos_diarias), tem por objetivo o compartilhar devocionais pessoais que faço todos os dias. Em uma linguagem simples para que todos possam entender, busco dividir o aprendizado que tenho meditando na Palavra de Deus.
Esse post foi publicado em Devocional. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s