20 de outubro – Ele estava perto, mas eles não viram

cegueira-espiritual

Naquele mesmo dia, dois deles estavam indo para um povoado chamado Emaús, a onze quilômetros de Jerusalém. No caminho, conversavam a respeito de tudo o que havia acontecido. Enquanto conversavam e discutiam, o próprio Jesus se aproximou e começou a caminhar com eles; mas os olhos deles foram impedidos de reconhecê-lo. Lucas 24:13-16

 

Após a morte de Jesus, muitos dos seus seguidores ficaram tristes e desesperançados, afinal, aquele em quem haviam depositado toda a confiança estava morto. Estavam tão consternados, discutindo entre si, que Jesus aproximou-se deles, passou a caminhar com eles e aqueles homens não reconheceram Jesus.

Muita gente esteve com Jesus antes da sua morte e não o reconheceu como o Messias, o Salvador do mundo. Religiosos mais renomados da época não conseguiram perceber quem era Jesus. Após a sua morte e ressurreição não foi diferente. Aqueles homens não reconheceram que era o mestre, o salvador, aquele que lhes havia ensinado todas as coisas, que estava ali diante deles. Estavam tristes com sua morte de tal maneira que não conseguiam vislumbrar o mundo espiritual.

Hoje pessoas continuam sem enxergar a presença de Jesus. Não percebem que Ele está tão perto, tão pronto a receber, a acolher.  A Bíblia diz que  “… o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus” 2 Coríntios 4:4. É incrível essa verdade bíblica, porque as pessoas creem nos ensinamentos espirituais mais absurdos, creem em tantas coisas estranhas, acreditam em ensinos de homens que se autodenominaram especiais, mas não percebem quem é verdadeiramente Jesus Cristo. Recusam-se a enxergar e crer em seus ensinos, seu exemplo de vida perfeita, sua morte e ressurreição. Olham, mas não veem.

Pior, ainda, quando se afirma veementemente crer em Cristo, mas diante das tristezas, dos problemas, dos contratempos, não conseguem perceber que Ele está ali bem perto, caminhando junto. A cegueira é um problema. Seja para quem não crer ou mesmo para quem se deixa cegar pelos cuidados e problemas desse mundo. Como naquele caminho para Emaús, caminhando com aqueles discípulos e tentando dialogar com eles, Jesus continua hoje, caminhando conosco, sempre perto, muito perto, porém nem sempre enxergamos.

Baixe o aplicativo Benção Diária em seu smartfone/tablet ou Iphone/Ipad: http://app.vc/bencaos_diarias .

Disponível na App Store e Google Play

\

 

 

Sobre bencaosdiarias

Meu nome é Rita de Cássia da Silva Stracci A criação do blog Bênçãos Diárias, assim como do aplicativo Bênção Diária (disponível para todos os sistemas operacionais (http://app.vc/bencaos_diarias), tem por objetivo o compartilhar devocionais pessoais que faço todos os dias. Em uma linguagem simples para que todos possam entender, busco dividir o aprendizado que tenho meditando na Palavra de Deus.
Esse post foi publicado em Devocional e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s