23 de agosto – Amor Destruidor

Amor por dinheiro

Os que querem ficar ricos caem em tentação, em armadilhas e em muitos desejos descontrolados e nocivos, que levam os homens a mergulharem na ruína e na destruição, pois o amor ao dinheiro é raiz de todos os males. Algumas pessoas, por cobiçarem o dinheiro, desviaram-se da fé e se atormentaram a si mesmas com muitos sofrimentos1 Timóteo 6:9,10

 

O dinheiro em si não é o problema, mas o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males. O apóstolo Paulo, nesse texto adverte contra o perigo de ambição desmedida por prosperidade. Quantos líderes religiosos hoje inticam seus liderados a adquirirem mais e mais, numa corrida sem limites para mostrar que “quem mais bens adquire, mais abençoado é”. Chegam ao ponto de fazerem com que aqueles que não conseguiram bens e riquezas sintam-se inferiores espiritualmente. O grande líder é aquele que ostenta riquezas e bens materiais e conduz o povo a fazer o mesmo. Tão contrário ao evangelho de Cristo.

Não é errado desejar prosperidade, bens materiais. Não é escandaloso querer ser abençoado em sua vida material, porque Deus se preocupa com nosso bem estar, com nossas necessidades. Contudo, a busca sem fim por bens e riquezas afasta o homem de Deus e Ele sabe bem disso. Sabe que a ambição desmedida pode ocupar o lugar de Jesus no coração do homem e levá-lo à ruína. Sabe que o homem tem a tendência de nunca estar satisfeito com o que tem e fixar os olhos em conquistas terrenas. Em busca dessas conquistas, muitos deixam Deus e sua obra em segundo plano. Contudo, pior que isso é ver os pregadores que deveriam conduzir o povo à verdade e distanciá-lo do amor ao dinheiro, afastá-lo cada vez mais da essência do evangelho.

Por isso é preciso ter muito cuidado. Há muitas coisas que ocupam o lugar de Deus no coração do homem, mas o amor ao dinheiro, sem dúvida, talvez seja a maior delas. Aqueles que ajuntam riquezas, facilmente desenvolvem um apego cada vez maior ao que conquistaram, tem dificuldades em dividir e abrir mão de bens em favor da obra de Deus ou dos mais carentes e, por fim, começam a fazer do dinheiro um ídolo pessoal. Bom seria se a ambição de todo cristão não fosse se tornar cada vez mair próspero ou rico e sim fosse parecer-se cada dia mais com Jesus. A maior riqueza que podemos acumular em nossas vidas, é a riqueza espiritual. O resto passará e será deteriorado, mas aquilo que nos tornamos em Jesus Cristo ficará como legado e jamais será esquecido.

 

Baixe o aplicativo Benção Diária em seu smartfone/tablet ou Iphone/Ipad: http://app.vc/bencaos_diarias .

Disponível na App Store e Google Play

Sobre bencaosdiarias

Meu nome é Rita de Cássia da Silva Stracci A criação do blog Bênçãos Diárias, assim como do aplicativo Bênção Diária (disponível para todos os sistemas operacionais (http://app.vc/bencaos_diarias), tem por objetivo o compartilhar devocionais pessoais que faço todos os dias. Em uma linguagem simples para que todos possam entender, busco dividir o aprendizado que tenho meditando na Palavra de Deus.
Esse post foi publicado em Devocional e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s