Arquivo do dia: 9 de julho de 2016

10 de julho – Pequeno Cristo

“…eu o envio para abrir-lhes os olhos e convertê-los das trevas para a luz, do poder de satanás para Deus, afim de que recebam o perdão dos pecados e herança entre os que são SANTIFICADOS PELA FÉ EM MIM” – Atos 26.16-18.

Não quero entrar em questões ou debates teológicos, já que muitos discursam diferentes pontos de vista ou ordens de acontecimentos, mas no meu entender, a regeneração, adoção, e justificação, são acontecimentos simultâneos, estão todos ligados à obra redentora de Cristo; a santificação é um processo que se aperfeiçoa neste caminho, e a glorificação é o resultado final na vida do salvo, no entanto, este não é o ponto principal. O assunto principal é despertá-lo para o verdadeiro sentido da palavra “fé”, pois muitos apenas acreditam, são crédulos; poucos participam, e, fé é participar. Crer não é o suficiente. É necessário ser discípulo – os que vivem pela fé. Muitos mergulham na água e são curados, Cristo quer que você beba da água e seja transformado, salvo, resgatado.

Continuar lendo

Publicado em Devocional | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

9 de julho – Há Juízes demais!

Irmãos, não falem mal uns dos outros. Quem fala contra o seu irmão ou julga o seu irmão fala contra a Lei e a julga. Quando você julga a Lei, não a está cumprindo, mas está agindo como juiz. Há apenas um Legislador e Juiz, aquele que pode salvar e destruir. Mas quem é você para julgar o seu próximo? Tiago 4:11-12

Hoje vi algo que me incomodou bastante. Aconteceu um fato na vida de uma pessoa que tem certa notoriedade no meio cristão e, sem entrar no mérito, sobre estar a pessoa certa ou errada, até porque não tenho conhecimento de causa suficiente para chegar a tal conclusão, me entristeci com o que vi nas redes sociais. Milhares de cristãos, os quais, creio, não tinha conhecimento profundo sobre a vida daquela personalidade, atirando “pedras virtuais” e julgando. Mais ainda: a sentença condenatória já estava decretada. Somente pude lamentar. Senti uma tristeza enorme e pensei em Jesus e tive a certeza que ele não agiria como todos aqueles “perfeitos cristãos” estavam agindo.

Conclui que, embora tenhamos o evangelho ao nosso alcance com o exemplo maravilhoso de Cristo, as pessoas continuam agindo como os escribas e fariseus. Continuam a atirar pedras, a julgar e a condenar e pior; pelas redes sociais que considero de uma superficialidade risível, onde ninguém conhece profundamente a vida de ninguém, onde o que impera são as maravilhosas máscaras ali colocadas ao se postar qualquer coisa.

Fiquei triste porque percebi até mesmo ódio e vi apenas uma pessoa dentre as que comentaram compadecer-se da situação ocorrida da vida daquela pessoa. Os homens continuam os mesmos, Jesus continua também o mesmo, mas os cristãos não são os mesmos da igreja primitiva. Pelo menos, nem todos. Infelizmente tem um comportamento semelhante aos religiosos da época que crucificaram Jesus. Continuar lendo

Publicado em Devocional | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário