11 de abril -Julgar não é função sua

nao-julgar

Não julgueis, para que não sejais julgadosMateus 7:1

Meu marido sempre me diz que geralmente o que pensamos sobre alguém ou alguma situação não condiz com a verdade e, ao longo da vida, descobri que ele tem razão. Dificilmente acertamos quando construimos um conceito a respeito de uma pessoa ou analisamos determinadas circunstância. Isso porque trazemos em nossa bagagem alguns conceitos e pré-conceitos.

Um juiz para realizar um julgamento, analisa provas materiais e orais e dá oportunidade de manfestação às partes e oportunidade de defesa a quem será julgado. E, ainda ssim, quantas vezes já ocorreram erros judiciários? muitas vezes.

Costumamos formar um conceito assim que olhamos para uma pessoa antes mesmo de conhecê-la ou, se a conhecemos, interpretamos o que ela está fazendo ou dizendo pela forma, conteúdo ou aparência e muitas vezes, ao fazer isso, julgamos e erramos. Esquecemos, ao ter alguém como alvo de nosso julgamento, que também nos tornamos alvo de alguém que interpretará à sua maneira as nossas atitudes.

A Bíblia alerta sobre o perigo de julgar e nos exorta a olharmos para nós mesmos, para os nosso próprios erros antes de apontar para os erros dos outros. Que autoridade poderemos ter em apontar a falha de alguém quando falhamos muito mais? como posso assumir uma posição que só compete a Deus que é o único capaz de nos enxergar como de fato nós somos sem a menor possibilidade de errar? Ao formarmos conceitos acerca das pessoas, teremos chances enormes de cometer graves erros.

O pior de tudo é que ao julgarmos uma pessoa, edificamos todo os nossos sentimentos e emoções em cima do nosso julgamento. Quantas vezes conheceu alguém que em sua imaginação pensava ser muito diferente? várias não é? por isso temos que tomar bastante cuidado quando estamos analisando os outros e formando conceitos sobre eles.Além de desagradar a Deus, poderemos criar antagonismos que não deveriam existir, obstáculos para relacionamentos e mais grave: poderemos ferir pessoas.Lembremos sempre que a função de julgar não é nossa e que assim como julgamos, também somos colocados em julgamento a todo momento. Isso não é o que Deus espera de nós.

Baixe o aplicativo Benção Diária em seu smartfone/tablet ou Iphone/Ipad:
http://app.vc/bencaos_diarias

 

Sobre bencaosdiarias

Meu nome é Rita de Cássia da Silva Stracci, casada com Carlos Stracci, colaborador do Blog. A criação do blog Bênçãos Diárias, assim como do aplicativo Bênção Diária (disponível para todos os sistemas operacionais (http://app.vc/bencaos_diarias), tem por objetivo o compartilhar devocionais pessoais que faço todos os dias. Em uma linguagem simples para que todos possam entender, busco dividir o aprendizado que tenho meditando na Palavra de Deus.
Esse post foi publicado em Devocional e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s