Últimas Notícias Missionárias

Acampamento Travestis – Novembro/2015

m,issões.jpg

Mais um acampamento perfeito!
Quando comecei a pensar em como seria o acampamento de novembro, não imaginava que as coisas aconteceriam como aconteceram. Tivemos um acampamento em maio extremamente maravilhoso e pensei… Como manter este nível com uma equipe tão diferente…
Assisti uma apresentação da Lorena Chaves na IBAB e pensei: Mano! Esta garota PRECISA ir ao acampamento e fazer um pocket show para as travestis. Elas vão adorar. Daí veio o pensamento seguinte… Jesus! Não teremos dinheiro para pagar. Consegui o telefone dela e começamos a conversar… papo vai papo vem eu disse: Amiga, tem que ser pro bono, não temos dinheiro. A pessoa nem pensou e já confirmou que viria, porém, precisava resolver algumas coisas. Depois fui conversar com o nosso amigo Tchelão, de repente, fico sabendo que na semana seguinte do acampamento seria o casamento dele. Mas o cara sem nem repensar falou: Super topo! Conta comigo! Depois fui conversar com alguns amigos da Casa da Rocha (igreja que congrego) e pedi para que alguns fizessem a gincana com eles. Fiquei surpresa ao ver que eles estavam mais empolg ados do que eu. O restante da equipe já era de casa, amigos da missão CENA e que sempre podemos contar, e como sempre só me surpreenderam.
Por que comecei falando sobre a equipe e não sobre as travestis? Porque quero deixar muito claro neste texto que A IGREJA DO SENHOR JESUS tem amado estas travestis e gays. A IGREJA DO SENHOR JESUS canta e não cobra cachês absurdos, dorme em qualquer cama, come o que tem pra comer. A IGREJA DO SENHOR JESUS peca, cai, e levanta porque tem irmãos dispostos a dar mão para continuar juntos. A IGREJA DO SENHOR JESUS EXISTE E NÃO É FALIDA. E neste fim de semana pude ter a honra de trabalhar com esta igreja.
Conseguimos todos os recursos (e deixo aqui meu agradecimento a todos que doaram, as IPI’s, Adolas da Casa da Rocha, e outros irmãos), e assim conseguimos levar 21 travestis e gays para o acampamento. Na sexta fomos surpreendidos com uma queda de energia, mas logo voltou e pudemos fazer a nossa festa. No sábado a devocional foi bem direta confrontando todos nós que estávamos ali em relação as escolhas que temos na vida. Música boa, palavra boa. Tudo muito bom. A tarde fizemos a gincana e todos se divertiram muito. A noite tivemos uma apresentação da Lorena Chaves, Sarah Renata, Marcos Antônio e Daniel Carvalho e um rodízio de churrasco oferecido pelo nosso amigo Gustavo Bonisson. Foi incrível! Ver todas aquelas pessoas sentadas a mesa comendo com dignidade, comida de qualidade, música de qualidade, amigo s de qualidade. Já no domingo pela manhã o Tchelão fechou com chave de ouro, falando sobre termos um objetivo na vida. Pudemos orar cada pessoa que foi. A equipe fantástica de fotografia e vídeo entregaram para eles algumas fotos e é bem interessante ver algumas travestis já postando no facebook as fotos agradecendo a missão CENA por tudo.

IMG_1281-0

Dez pastores de Bangladesh são ameaçados de morte

07 dez 2015BANGLADESH

pastor.jpg

“Aqueles que estão pregando o cristianismo em Bangladesh devem morrer, um por um”

As ameaças aos 10 pastores aconteceram no distrito de Rangpur, no norte do Bangladesh, por meio de uma carta, que chegou no mês passado. A carta anônima foi enviada ao líder cristão Barnobas Hembrom, com os nomes de cada pastor, nem todos do mesmo distrito.

Um dos parágrafos dizia o seguinte: “Aqueles que estão pregando o cristianismo em Bangladesh devem morrer, um por um”. A polícia local foi imediatamente informada e agora está protegendo as igrejas que estes pastores lideram.

Um analista de perseguição da Portas Abertas comenta: “Todos estes pastores precisam da proteção do governo, mas ainda mais das nossas orações. Vamos interceder por eles, pois não é fácil viver sob pressão e ainda batalhar para manter a igreja em funcionamento. Eles precisam de sabedoria e estratégia, é um momento delicado. Lembre-se deles em suas orações”.

Segundo o analista, há muitos outros incidentes acontecendo em diferentes regiões do país, em níveis alarmantes, mas que não são divulgados por razões de segurança. Muitos optam por não denunciar os atacantes por medo de vivenciar uma situação ainda pior. Ore por essa nação.

 

Mulheres sequestradas pelo Boko Haram são resgatadas e recebem tratamento

07 dez 2015NIGÉRIA

mulheres.jpg

“Ore por elas e agradeça a Deus pelo resgate milagroso”

Recentemente, o exército nigeriano informou que resgatou centenas de mulheres dos acampamentos dos militantes do grupo extremista islâmico Boko Haram, que eram mantidas em cativeiro no Sambisa, uma floresta que fica no estado de Borno, nordeste da Nigéria.

A Portas Abertas viajou para Yola, a capital do estado de Adamawapara, para onde elas foram levadas, a fim de encorajá-las, juntamente com os demais cristãos. Elas disseram que enfrentaram uma violência terrível enquanto estavam presas.

“As mulheres relataram que foram islamizadas à força e que foram obrigadas a se casar com os homens, enfrentando brutalidade constante e fome. A operação de resgate militar chegou muito depois de todo o sofrimento. Apesar de tudo, elas agradecem a Deus por estarem vivas”, disse um dos analistas de perseguição.

Agora, embora estejam traumatizadas, elas testificam que o Senhor ouviu suas orações e que foram fortes o suficiente para suportar a brutalidade de cada dia no acampamento. “Elas estão recebendo o tratamento adequado e todo o cuidado necessário. Faça parte desse trabalho orando por elas, agradeça a Deus pelo resgate milagroso e peça para que Deus as cure emocionalmente”, pede o analista e finaliza.

 

Frio intenso aumenta o sofrimento dos refugiados

05 dez 2015SÍRIA

frio.jpg

“Nos acampamentos, as tendas são a única cobertura”

O que você vai ler agora é um dos episódios da vida de uma cristã, que ilustra a dor da perseguição em poucas palavras. Ela mora numa tenda em um campo de refugiados, em Aleppo, a segunda maior cidade do norte da Síria. Em recente conversa com a equipe da Portas Abertas, ela falou sobre a saudade que sente de sua filha Arwa: “Minha filha nasceu e morreu nessa tenda. Vocês não tiveram a chance de conhecê-la, mas se tivesse visto a bela Arwa, teriam se apaixonado por ela”, disse a cristã.

Ela lamenta não ter uma única foto da menina: “Minha filha veio a este mundo e foi levada por Deus sem que tivéssemos a oportunidade de tirar uma única foto. O mundo pode não saber de sua existência, porque as pessoas do nosso povo se tornaram apenas números, que diminuem ou aumentam. Mas para nós, os sírios, ela foi uma bênção”.

Com apenas quatro meses, a pequena Arwa não suportou o frio intenso. “Nós tentamos de tudo para aquecê-la. Eu implorei por um lugar mais seguro para protegê-la das fortes chuvas, e também pedi um cobertor para envolvê-la, mas ninguém se importou. Nossa situação é muito precária”, revela e continua: “Eu corri para o hospital mais próximo, porque o frio piorava a cada dia, mas depois de examiná-la, os médicos disseram que ela não estava doente, mas que seus pulmões simplesmente não suportaram a baixa temperatura, e depois de meia hora ela morreu”.

Infelizmente, situações como esta estão acontecendo na Síria, por conta das tempestades acompanhadas de neve, o que faz aumentar ainda mais o sofrimento dos refugiados. Nos acampamentos, onde a pobreza prevalece, a única cobertura que os cristãos possuem são as tendas e as estufas estão apagadas porque não há combustível que as alimentem.

Nós, cristãos livres temos liberdade de servir ao nosso Deus e ainda temos o privilégio de não enfrentar temperaturas tão elevadas. O nosso maior presente aos nossos irmãos sírios é a oração. Somos um só Corpo e não podemos deixá-los sós nesse momento. Interceda conosco para que a cobertura de Deus esteja sobre a vida deles e que, apesar de tudo, eles sejam constantes em sua fé em Cristo.

Iraque e Síria esperam por nós 
Todos os dias, vemos e ouvimos nos meios de comunicação histórias de refugiados, e sabemos que eles precisam de nossa ajuda e de nossas orações. É por esse motivo que convidamos você a participar do Domingo da Igreja Perseguida (DIP) em 2016, um dia de intercessão pelos cristãos perseguidos ao redor do mundo.

 

Crianças órfãs são encontradas pela Portas Abertas

04 dez 2015NIGÉRIA

“Eles vão ficar bem, porque Jesus está com eles”

Crianças órfãs da Nigéria, que sofreram com os conflitos entre cristãos e muçulmanos, são encontradas pela equipe da Portas Abertas e recebem ajuda. As crianças eram de famílias cristãs e moravam na cidade de Yola, capital do estado de Adamawa, onde houve um grande ataque e milhares de cristãos morreram.

“Eu vi meu pai sendo baleado e queria ficar com ele, mas ele dizia para eu correr com a multidão, que Deus cuidaria de mim. Eu pensei que minha mãe e meus irmãos estavam no meio daquelas pessoas, então eu corria e procurava por eles. Mas eu estava sozinha, perdi minha família e fui levada para um campo de refugiados”, conta Zira, uma das crianças.

A menina contou para um dos analistas de perseguição que, muitas vezes, eles iam dormir sem comida e que nem sempre havia esteiras para passar a noite, então eles dormiam no chão. “Todos ali tinham perdido seus pais e irmãos para o Boko Haram e estávamos na mesma situação”, diz a menina.

Além de Zira, há outras 15 crianças sendo cuidadas pela Portas Abertas, recebendo alimentos e outros suprimentos, além de bastante amor e atenção. “Nós estamos aqui na Nigéria ajudando órfãos deslocados e muitas viúvas. Temos igrejas tanto na Nigéria como em Camarões, assim podemos prestar também o trabalho espiritual e cuidar do lado emocional desses cristãos que enfrentaram tantas perdas. Eles vão ficar bem, porque Jesus está com eles”, conclui o analista.

 

 IMG_1278

 Guiné-Bissau: evangelização audiovisual

7 de dezembro de 2015

guiné.jpg

Missões Mundiais tem diversos projetos em Guiné-Bissau que priorizam a evangelização. Deus tem dado maneiras criativas para alcançar o povo dessa nação, onde a taxa de analfabetismo é alta. É preciso investir em ferramentas que privilegiem a comunicação audiovisual, ou seja, que não passe pela leitura, pelo menos em um primeiro momento.

Assim têm atuado os missionários Mario Alexandre e Walquíria Gonçalves. Eles estão investindo na produção de pequenas peças audiovisuais (filmes) de 5 a 7 minutos que comuniquem porções bíblicas.

“Mário trabalhou com dois guineenses traduzindo um pequeno roteiro de um filme de sete minutos que narra a história da criação de Deus e da redenção através de Jesus Cristo. Os rapazes guineenses gravaram o áudio, e esse material será enviado para uma equipe em outro país do Sudeste da Ásia que fará a edição do vídeo com as vozes em crioulo. O filme, depois de pronto, poderá ser usado por nós toda a Guiné-Bissau”, afirma Walquíria.

Em um segundo momento, nossos missionários pretendem avançar na mudança estrutural de atuação em Guiné-Bissau, fazendo o Evangelho ser recebido de forma ainda mais profunda. Trata-se do investimento em educação. Para tanto, Missões Mundiais tem investido no treinamento e seleção de educadores que auxiliarão o casal missionário em pré-escolas.

“Entre eles estava um dos recém-convertidos do povo com o qual nós trabalhamos, que futuramente irá nos auxiliar na pré-escola. Uma missionária da Associação Linguística Evangélica Missionária, de Brasília, ministrou a capacitação bilíngue, e eu ensinei a língua portuguesa”, diz Walquíria.

Não se esqueça de orar por Mário Alexandre e Walquíria, que precisam de direção e proteção divinas, sendo sempre animados pelo Espírito divino a continuarem em toda boa obra.

 

Norte da África: batismos e conversões

7 de dezembro de 2015

Missões Mundiais tem investido no Norte da África, tentando alcançar esse povo dessa região com a mensagem de esperança e salvação de Cristo. E isso tem dado resultado. O casal Natã e Ester atua ali. Eles relatam sobre batismos que acontecerão em breve.

“Trata-se de uma mãe, que se converteu há dois anos, e a filha dela, que se entregaram a Cristo há um mês. Essa é uma família com a qual temos nos relacionado e buscamos caminhar junto”, conta Natã. “Elas são muito preciosas e estão dando um passo que, em nosso contexto, é extremamente corajoso e complexo. Estamos muito felizes por elas, mas também sabemos da responsabilidade de dar a elas todo o apoio possível para a continuidade da jornada”, completa Ester.

Isso acontece porque o contexto em que estão é hostil ao Evangelho. Ali, onde a maioria da população professa o islamismo, negar a fé de origem é quase uma sentença de morte. No mínimo, excomunhão e rejeição social são parte de se declarar crente em Jesus.

Os parceiros locais de Missões Mundiais também têm trabalhado muito. É necessário oração sem cessar por esse trabalho. O discipulado tem sido feito por um obreiro local sem a ajuda do missionário Natã, pois as autoridades têm monitorado o trabalho dele e é importante que não haja vínculo dele com um estrangeiro. Nosso missionário precisou se afastar dele, o que o impediu de se envolver com o trabalho de discipulado.

Ore pelos batizandos, para que continuem firmes em meio à perseguição. Ore pelo obreiro local que está sendo vigiado e também pela família dele.

 

Sobre bencaosdiarias

Meu nome é Rita de Cássia da Silva Stracci A criação do blog Bênçãos Diárias, assim como do aplicativo Bênção Diária (disponível para todos os sistemas operacionais (http://app.vc/bencaos_diarias), tem por objetivo o compartilhar devocionais pessoais que faço todos os dias. Em uma linguagem simples para que todos possam entender, busco dividir o aprendizado que tenho meditando na Palavra de Deus.
Esse post foi publicado em Devocional e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s